Categorias
Twitter
Links:


Busca

Baile Funk

baile funkO baile funk geralmente é realizado em grandes barracões e quase não há divulgação. Para saber onde haverá um baile funk, primeiramente, é necessário conhecer as pessoas que o frequentam. A propaganda é feita boca a boca, a não ser que a festa seja muito grande e tenha a participação de artistas famosos.

Os ingressos não são muito caros, pois os locais são grandes e precisam de pessoas para enchê-los. Um DJ é convidado para tocar as músicas que mais agradam ao povo com suas mixagens. Os frequentadores têm idades entre 8 e 26 anos e são de diversas classes sociais, apesar de ser um ritmo que nasceu nos morros cariocas.

As pessoas juntam-se nas pistas e dançam sozinhas ou acompanhadas, seguindo o ritmo musical, com muita sensualidade e até erotismo. Bebidas são vendidas nesses bailes, assim como em todos os outros. As garotas usam roupas curtas como minissaias, shorts, tops e blusinhas bem apertadas. Os homens se vestem com calças largas, camisetas, tênis e bonés.

Atualmente, os Bailes Proibidos estão muito falados. Eles teriam esse nome porque seriam frequentados por pessoas pertencentes ao tráfico de drogas ou à bandidagem.

Porém, não é o que se encontra nesses bailes. Há pessoas de todos os tipos, inclusive garotos ricos disfarçados de pessoas normais. As músicas que são tocadas nos Bailes Proibidos são de protesto e contam a realidade dos morros cariocas, como a violência e a pobreza.

Ainda existe muito preconceito com relação aos bailes funks, principalmente pelo que é noticiado na televisão, em jornais e em revistas. A violência existe, com certeza, assim como ela está em qualquer tipo de baile. No entanto, como o funk é um tipo musical que vem da periferia do Rio, ficou taxada como música de pobres, de bandidos e de traficantes. É só frequentando um para conhecer a verdadeira realidade dos bailes funks.

1 comentário to “Baile Funk”

Deixe seu comentário


9 − 5 =